NOTÍCIAS

Fique sabendo das últimas notícias

Chineses querem usar gás da lua para gerar energia

11.08.2014

Entre as diversas substâncias comuns na lua, está o Hélio 3, um gás despejado no espaço lunar em consequência da grande quantidade de ventos solares. Este material é extremamente raro na Terra porque a atmosfera e o campo magnético o impedem de chegar à superfície. Mesmo assim, essa é uma das apostas chinesa para o futuro.
 
Em entrevista concedida ao The Times, o professor Ouyang Ziyuan, do Programa de Exploração Lunar chinês, explicou que a lua é tão rica em Hélio 3, que seu uso poderia satisfazer toda a demanda energética do nosso planeta por, pelo menos, dez mil anos.
 
Mesmo que os pesquisadores considerem esta uma alternativa limpa, o tema ainda gera muitas incertezas. A primeira preocupação seria com o impacto que a exploração poderia causar ao satélite natural, já que a obtenção do Hélio 3 ocorre a partir da extração do solo, da mesma forma como acontece na mineração. Para produzir a eletricidade necessária para abastecer os Estados Unidos, por exemplo, seria preciso explorar uma área do tamanho da capital norte-americana.
 
O segundo ponto polêmico deve-se ao direito para a apropriação do solo lunar. De acordo com o Tratado do Espaço Exterior das Nações Unidas, a lua e todos os seus recursos são bens de toda a humanidade. Esta situação dificulta muito a continuidade de qualquer projeto de exploração. Até o momento, chineses e norte-americanos já se mostraram interessados em encontrar maneiras de colocar a ideia em prática.
 
 
Fonte: Ciclo Vivo

Voltar

REALIZAÇÃO

APOIO

PATROCÍNIO:

GamPi